Tendências de Emprego

Tendências de Emprego

COMO PODEMOS IDENTIFICAR TENDÊNCIAS DE EMPREGO A PARTIR DE DADOS ESTRUTURADOS E NÃO ESTRUTURADOS, PARA OFERECER AS MELHORES CAPACITAÇÕES PROFISSIONALIZANTES?

O Programa IdeiaGov, por meio da causa “O Futuro do Trabalho”, tem como objetivo prospectar fornecedores de uma possível ferramenta e metodologia que embasem a atuação dos gestores e servidores públicos do Estado de São Paulo para que os mesmos consigam identificar com antecedência os melhores cursos e capacitações profissionalizantes regulares a serem ofertados no território paulista, por meio de um radar de oportunidades que apresente as tendências de empregos no curto e médio prazo a nível de região e município.

DEMANDA

Atualmente, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São Paulo (SDE), instituição demandante desta consulta pública, tem como uma de suas atribuições a orientação estratégica quanto ao desenvolvimento de cursos técnicos e de qualificação profissional por meio do Centro Paula Souza, que é uma autarquia do Governo do Estado de São Paulo vinculada à SDE.

O Centro Paula Souza (CPS) carece de uma ferramenta capaz de organizar dados e informações sobre mercado de trabalho de maneira única, ágil, transparente e que seja capaz, não apenas de apresentar o cenário histórico, mas também projetar o futuro do comportamento dos setores econômicos com suas respectivas demandas por habilidades e competências profissionais. São exemplos de análise de cenários futuros: analisar tendência de crescimento de vagas de emprego, apresentar vagas não preenchidas a partir de sites de recrutamento, observar crescimento de novas tecnologias embarcadas nas indústrias das regiões, entre outros.

O mercado de trabalho está passando por transformações profundas, particularmente devido à automação de processos e atividades. Por esse motivo, é de interesse público o desenvolvimento de ferramenta que permita:

  • identificar, de forma clara e estruturada, ocupações mais demandadas e em crescimento em cada região e segmento do setor produtivo;
  • estimar o volume de vagas de emprego para cada uma dessas ocupações – no curto e médio prazo;
  • prever ocupações para o futuro próximo a partir de dados relacionados, por exemplo: a partir do crescimento de vendas de ferramentas de segurança da informação é possível estimar a carência de profissionais nessa área em determinada região;
  • apontar competências e habilidades mais demandadas para cada ocupação.

Todas essas informações têm o objetivo de orientar a atuação do CPS e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico quanto à sua gestão estratégica, para que a abertura de cursos e unidades seja pautada por dados atualizados e de rápida disponibilização.

RESULTADOS ESPERADOS

Esperamos atingir os seguintes resultados ao final do seu desenvolvimento e implantação:

  • Desenvolvimento de ferramenta de identificação e visualização de tendências de empregos no curto e médio prazo, permitindo melhora na disponibilização de cursos e capacitações profissionalizantes regulares a serem ofertados no território paulista, a nível de região e município;
  • Desenvolvimento de metodologia e ferramenta capaz de apresentar, de maneira regionalizada no território paulista, as tendências de empregabilidade em curto e médio prazo, além de permitir a visualização da demanda por mão de obra de maneira segmentada por setores econômicos com as respectivas necessidades de qualificação e competências a serem desenvolvidas;
  • Desenvolvimento de processo para atualização das informações da ferramenta ao longo do tempo;

IMPACTO PARA A SOCIEDADE 

Com essa ferramenta será possível identificar as tendências futuras de empregabilidade. Certamente será de grande importância para o CPS e outros entes da administração pública como a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Universidades Estaduais, Secretaria de Fazenda e Planejamento e outros, pois permitirá analisar o cenário macro e microeconômico do Estado e poderá embasar políticas econômicas e industriais.   Além disso, também impactará:

  • A SOCIEDADE PAULISTA que passará a ter a oferta de cursos mais assertiva com maior potencial de empregabilidade para os cidadãos;
  • O SETOR PRODUTIVO que poderá contar com mão de obra qualificada para sustentar seu crescimento, com potencial ganho de produtividade;
  • O ESTADO DE SÃO PAULO: que aumentará a efetividade do seu investimento em qualificação profissional;
Compartilhe este desafio:

Outros desafios:

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Execução:
Proponente:
Realização: